Confira os lançamentos, feiras e eventos literários que acontecem ao longo do ano!
Fique por dentro das vagas para trabalhar no mercado editorial!

Page 2 of 141

Estação das Letras abre inscrições para o curso de Formação de Editores

O curso Formação de Editores – Caminhos da comercialização – está com as inscrições abertas na Estação das Letras. Um dos seus objetivos é ajudar na atualização e qualificação da mão de obra diante de um cenário cada vez mais competitivo e desafiador.

Quem conduz as aulas é Luciana Borges, com passagem pelas principais editoras do Brasil, e fala das estratégias de pré-vendas e vendas e dos mecanismos para aumentar a comercialização.

 As aulas acontecem na Marquês de Abrantes, 177, no Flamengo.

Inscrições e mais informações: (21) 3237-3947 | www.estacaodasletras.com.br

 

SOMOS Educação contrata Editor Pleno

Vaga-SomosEducação01_Abril17

Vaga2-SomosEducação01_Abril17

Design do Escritor: empresa de produção editorial e booktrailers

Com sete anos de atuação no mercado editorial, o estúdio Design do Escritor oferece diversos serviços de editoração, como criação de capas, diagramação, revisão e preparação de textos, e-books e… Booktrailers!

A intenção é divulgar seu livro em audiovisual como um trailer de cinema, um teaser realizado com muito cuidado, contando um pouco de seu livro com magia de imagens e trilha sonora.

Para conhecer mais sobre a empresa, os serviços e valores, clique aqui.

Livro “Altos e Baixos – a trajetória do Jornal dos Sports” precisa de colaboração de financiamento coletivo para ser publicado

O autor Carlos Oliveira escreveu o livro Altos e Baixos – a trajetória do Jornal dos Sports e, além disso, conseguiu o mais difícil: uma parceria com a editora Via Escrita para que a obra fosse efetivamente publicada.

A obra procura não apenas falar da publicação ao longo de toda a sua existência, mas do momento social e político que reinava no Brasil na época do surgimento do jornal, além do nascimento e da evolução da imprensa esportiva.
A saga de Mario Filho, que não só é irmão mais velho de Nelson Rodrigues, mas principalmente é conhecido como um dos mais importantes nomes do jornalismo esportivo brasileiro (o Maracanã leva seu nome de batismo e ele é dono da Cadeira nº do estádio mais famoso do mundo), com suas ideias inovadoras, é esmiuçada no livro, assim como a trajetória do Jornal dos Sports, seus momentos áureos e os tempos difíceis vividos a partir da morte de Mario Filho, com as frequentes mudanças de direção.

Porém, para que o livro seja impresso e comercializado, eles resolveram fazer a famosa ‘vaquinha’, ou melhor dizendo, uma campanha de financiamento coletivo: www.catarse.me/jornal_dos_sports.
E Oliveira pediu a nossa ajuda e resolvemos dar uma forcinha na divulgação.

Caso seja do seu interesse, clique aqui, leia sobre o projeto, conheça as recompensas, escolha a que melhor lhe convier e tenha o seu nome neste projeto compartilhado, como um dos que ajudaram a resgatar a história do Jornal dos Sports. Você pode colaborar até o dia 21/05/2017.

 

A União Brasileira dos Escritores (UBE) oferece o curso ‘A Literatura no Cinema’ nos dias 8 e 9 de abril de 2017

OBJETIVO
Habilitar o aluno a ter referências de produções audiovisuais que promoveram uma ponte artística, técnica ou de linguagem com a literatura, entendendo o que se pode aproveitar e o que deve ficar de fora de adaptações literárias. Conhecer as diferentes formas de uso da literatura por diretores consagrados. Estudar conceitos de narrativa literária e cinematográfica e suas principais diferenças e entender noções básicas de construção do roteiro de adaptação literária.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • Nascimento do Cinema e a busca por referências literárias
  • Linguagem Hollywoodiana e apropriação da narrativa literária
  • Realismo Poético Francês: o poder da palavra no cinema
  • Andre Bazin: proposições e reflexões
  • Adaptações literárias no Brasil: as versões de Machado de Assis e Brás Cubas
  • Brasil 2 – o caso das adaptações de Nelson Rodrigues e Jorge Amado (confluências com TV)
  • Afinidades e divergências entre escritores e cineastas
  • As adaptações de Shakespeare, Thomas Mann, Kafka e Hemingway.
  • Livros como inspiração ou diálogo: o caso de Kubrick e Tarkovisky
  • A meta-adaptação de Tchecov por Eduardo Coutinho e Louis Malle
  • Escritores que se tornam cineastas: Dashiel Hammett, Jean Cocteau, Pier Paolo Pasolini.
  • Armadilhas na transposição literatura à cinema e análise de casos bem e malsucedidos.

DATAS E HORÁRIOS 

  • Dias 8 e 9 de abril, sábado e domingo, das 10h às 17h.

CERTIFICADO DE PARTICIPAÇÃO 

  • A UBE oferecerá certificado de participação aos participantes que tiverem completado ao menos 75% da carga horária.

INVESTIMENTO 

  • R$ 490,00 à vista ou em 2x com cheque pré-datado.
  • 15% de desconto para pagamento à vista até 15 dias antes do curso.
  • 5% de desconto para pagamento à vista.
  • Associados da UBE: 15% para pagamento à vista até 5 dias antes do curso ou 5% de desconto para pagamento à vista até 4 dias antes do curso.

INSCRIÇÕES 

  • De 23 de fevereiro a 5 de abril por correio eletrônico, telefone ou pessoalmente. A inscrição será confirmada após envio de recibo de pagamento
  • Correio eletrônico: secretaria@ube.org.br
  • Endereço: Rua Rêgo Freitas, 454 – Centro, São Paulo (próximo ao metrô República)
  • Telefone: (11) 3231.3669
  • Para mais informações, clique aqui.

PROFESSOR
Franthiesco Ballerini é jornalista, mestre em Comunicação Social.
Trabalhou durante oito anos no Grupo Estado, onde escreveu nas áreas de cidades, economia e cultura e foi editor do caderno Divirta-se, edição interior. Nos últimos cinco anos, exercia a função de repórter e crítico de cinema. Fez reportagens como correspondente internacional em Los Angeles (EUA), Mumbai (Índia), Toronto (Canadá), Cidade do México (México) etc.
Foi colunista cultural da Rádio Eldorado durante três anos, no programa Eldorado à Noite, tendo sido também colaborador de revistas como Bravo, Quem e Contigo!.
Publicou os livros Diário de Bollywood – Curiosidades e Segredos da Maior Indústria de Cinema do Mundo (2009), Cinema Brasileiro no Século 21 (2012) e Jornalismo Cultural no Século 21 (2015).
Trabalhou como assessor de imprensa da Novartis Biociências e de empresas como Akzo Nobel.
Foi crítico de cinema do jornal O Vale e colunista cultural de um programa ao vivo da TV Gazeta, além de professor de Jornalismo e Publicidade da Universidade Mogi das Cruzes. Por sete anos, foi Coordenador Geral de Cursos da Academia Internacional de Cinema, responsável pela criação e desenvolvimento de quase 40 cursos.
É produtor e roteirista do documentário Bollyworld (Índia/EUA/Brasil 2009), produtor do curta Legacy (Itália/Brasil 2015), produzido para a Giorgio Armani e exibido no 59º BFI London Film Festival, e diretor e roteirista do curta Nome (Brasil 2015), selecionado para o 9º Festival Internacional Cinemúsica de Conservatória (RJ) e Great Lakes International Film Festival (EUA).
Atualmente, é colaborador com matérias culturais para a Revista Cult, professor da Academia Internacional de Cinema e das Faculdades Integradas Rio Branco e professor convidado da pós-graduação da FAAP.
É membro votante da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte).

« posts mais antigos posts mais novos »